segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Escolas públicas, Lá e cá

video

Considerações comparativas entre a escola pública em Portugal e a escola pública no Brasil, mais especificamente em Guarulhos.


Filme na escola

video

Continuando com sua política pedagógica de inovação e uso das tecnologias como ferramenta didática, a Escola Dona Belinha através de seus docentes, apresenta trabalhos realizados nas oficinas de artes com alunos de 5ª e 6ª séries do ensino fundamental.

Os alunos com freqüência pedem para assistir filmes. Depois de muita insistência, o professor de Artes, incentivou-os a conhecer o processo de produção de um filme e sugeriu que eles realizassem um. O que foi aceito imediatamente. Não existiu a preocupação de escolher as pessoas certas para participar das filmagens como se pode ver nas dramatizações acima, o que se levou em conta é a participação de todos.


quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A escola em Portugal

Depoimento do professor Manoel a respeito do padrão de ensino em Portugal, onde, nas escolas públicas a linha educacional tem um segmento em que os educandos tem para cada matéria, dois professores. Os dois trabalham a mesma linha, mas numa diversidade que os leva a exercitarem-se com experiências e também na didática dos livros. Os dois mestres elaboram um projeto onde um trabalha a parte didática do livro e o outro, os experimentos em laboratório. O ensino público, como já o foi no Brasil, tem um nível de excelência. As escolas particulares recebem os alunos que não estão aptos para o padrão da escola pública. A média por sala, é de 20 alunos.

video

Estrutural Empresarial na escola

O professor Manoel, esclarece a importância em estipular metas para se atingir determinado fim, nos moldes da empresas comerciais. Desta forma os objetivos podem ficar mais claros para todos, os que produzem e os que cobram.

video

Ações Pedagógicas

Acompanhe algumas ações que o grupo da Escola Dona Belinha definiu com o objetivo de melhorar a qualidade de ensino.



1 ) Verificar os alunos faltosos e tomar providências quanto ao que a família pode fazer em prol da solução dos problemas apontados, ou seja maior comprometimento do aluno e da família convocando os responsáveis.

2) Termo de compromisso para conscientizar e responsabilizar por atitudes de abandono intelectual.

3) Repensar os encaminhamentos ao Conselho Tutelar.

4) Soluções coletivas para que todos os docentes possam cumprir, a fim de manter uma unidade pedagógica. Exemplo:

- Não usar boné na sala de aula;

- Manter o aluno na sala;

- Proibir o uso de aparelhos eletrônicos ou objetos alheios a aula;

- Adotar crachá nas saídas do aluno durante a aula;

- Ação efetiva do mediador ao encontrar aluno fora da sala sem permissão;


Ações pedagógicas

Sobre os eventuais – abordar atividades cobradas pelo SARESP – Matemática, Português e Ciências Humanas; As atividades devem ser entregues à coordenação ou direção;

- Critérios na elaboração da sequência didática;

- Trabalhar a interdisciplinaridade;

- Professores de oficina reforçar a leitura e a escrita;

- Provão embasado na proposta do SARESP;

- Solicitar assinatura do responsável para toda convocação, informação ou reclamação;

- Envolvimento dos professores de Educação Física e Artes;

- Levantamento dos destratores ( análise da resposta incorreta) para sanar as habilidades falhas.

-Professores de Educação Física e Arte – criar alternativas que contribuam e acrescentem conhecimentos para assimilação das matérias da base curricular nacional.

-Grupo de estudos com 3º ano E.M. e incentivando o 2º ano E.M. com acessória de todos professores.

-Possibilidade de assessoria de psicólogos na elaboração e aplicação de teste vocacional para promover a auto estima dos alunos.

-Trabalhar em conjunto com os professores envolvidos no Programa Mais Educação no propósito de otimizar o aprendizado.

-Solicitar assessoria dos PCOPs para idealizar ações que melhore o trabalho dos nossos educadores.

-Estimular oficinas e utilizar o plano de aulas.

-Implantação de provões bimestrais.

-Informar os pais ou responsáveis através de comunicados sempre que necessário.

-Nos HTPCs priorizar troca de experiências de sucesso sempre que possível, desta forma será mais fácil construir ações de aceleração do conhecimento.






Você acredita que as novas tecnologias auxiliam no trabalho de educadores?